“O momento que você percebe que um livro pode mudar sua vida.”

A frase em questão é incompleta de propósito. Fui buscar um instante, um click, em que o leitor de livros percebe a dimensão que a vida pode ter e opta por ler mais. 

No Brasil, a leitura não é muito popular. A população não faz ideia dos benefícios que um livro pode trazer. Considero que qualquer leitura já traz uma melhora da concentração. Ajudando o foco no trabalho e ao lidar com as decisões da vida sem deixar pra lá. Um livro pode ser deixado de lado enquanto pensamos a respeito do último parágrafo. Assim, temos tempo para decidir concordar ou não com as atitudes do personagem principal. Já, na TV temos comentaristas de futebol e atores nas novelas decidindo por você. E, fazendo de tudo para que volte no dia seguinte.

Não existe tempo para pensar, quanto mais para ler.

Existem livros que tem o objetivo de mudar a sua vida para melhor. São chamados autoajuda. Não entendo porque o preconceito com o nome. Ser autodidata é uma coisa boa. Muitos criticam dizendo que você vai se tornar igual a todo mundo e vai perder a individualidade lendo estes livros. Só podem ser comentários de telespectadores assíduos, acostumados a ter opiniões que o jornalista da TV deu pra ele. É possível discordar da leitura. Há tempo para pensar e decidir.


Postar um comentário