"A vida aumenta a medida que refletimos sobre as menores coisas."

Detalhes unidos formam conteúdos. Uma vez que pensamos intrinsecamente sobre os fatos, notamos partes impensadas. Detalhes deixam de ser pequenos quando são notados e observados. Pensados, e colados à vida como uma nova peça que se junta ao todo em si. Cada um usa como cola sua peculiar interpretação. Construindo assim sua própria percepção das coisas.

A vida é formada por infinitos detalhes. Todavia, todos que surgem à superfície constantemente são mais óbvios e identificáveis. Pensando bem, mesmo estes podem ter novas interpretações.

Como por exemplo o ato de RESPIRAR. Todos respiram, mas as pessoas que já pensaram no ato em si: inspirar, utilizar o diafragma e expirar em tempos tranqüilos e determinados têm uma noção mais completa sobre o que é respirar, em minhas palavras, têm uma vida maior.

Existem filmes, músicas e livros que dissecam os menores assuntos a ponto de explicar ou fazer perceber os detalhes da vida. Por este motivo são tratados como cultura.

Compreender as minucias e tirar conclusões aumenta os pontos de vista, ajudando assim a respeitar opiniões contrárias e definir mais as próprias.
Postar um comentário