"Sinceridade verdadeira é difícil."

Não é redundância, é opinião.

Atualmente o assunto "ser verdadeiro" não está em evidência como outrora. O mundo está repensando a existência da verdade absoluta. Já é possível haver várias verdades sobre um único tema. Os cientistas, por exemplo, estão sempre transformando verdades em mentiras e vive-versa. Se não podemos confiar neles, em quem acreditar?

Aí é que está, se não se sabe o que verdade, como saber o que é mentira. As pessoas não mentem mais como antigamente pois estão perdidas nessa confusão entre o certo e o errado. Às vezes, um comentário mentiroso passa despercebido. Mas, mentiroso pra quem?

Pra si mesmo. A única saída é a do auto-conhecimento. A falta de introspecção gera uma sinceridade falsa, onde a opinião é superficial, baseada em ideais emprestados. Culminando numa dependência interminável.

A genuína sinceridade verdadeira é confirmada pela auto satisfação de acreditar em si, mesmo sendo "do contra" em alguns momentos. Deve-se ouvir a famosa consciência e quanto mais ela é utilizada, mais forte ela fica. Forte a ponto de mudar de opinião, amadurecer e conhecer novos pontos de vista que mudam as coisas mais simples.

"All you can do is stay close to what is true to you."
Hatebreed - Another Day, Another Vendetta


Esta é a verdade que eu enxergo.

4 comentários:

M.Barros disse...

Tal como acontece com a sinceridade, acontece com a ética, aliás, creio que uma se desdobra da outra. Viver de acordo com a ética é agir acreditando estarmos corretos, por alguma razão, sermos capazes de justificar nossas ações. Teorias, teorias.

Murillo disse...

Há varias visões e creças de um mesmo rumo...Realmente usar o alto conhecimento é um modo de aprender a se reconhecer diante de tantos outros...Abraço

Pedro disse...

Sei lá se sou um cara de visão...
Mas concordo contigo, mesmo.
Se a gente não se conhece bem e deixa-se levar pelos outros, a "nossa" verdade e essência já estão meio que adulteradas pelas "nuances das situações".
Verdade começa de dentro pra fora.
Se a gente sabe o que sente e porque, sabe ser fiel à própria verdade.
abração e obrigado pela visita.
tb gostei do teu blog (e tb do nome!)

Bobby disse...

Procure um livro chamado auto engano ... Jamais existirá sinceridade para com os outros se não estivermos seguindo o que realmente desejamos. www.h18.blogger.com.br